Fim de férias! É hora de rever a sua alimentação

Férias combinam com descanso, diversão, conhecer novos lugares, novas pessoas e, acima de tudo, com comida. É ou não é verdade? Que atire a primeira pedra aquele que nunca exagerou na dose durante esse período do ano! Bebidas em excesso, pratos diferentes, beliscos à vontade…

Porém, como já virou costume, logo que acaba o carnaval as pessoas se lembram da importância de cuidar do seu físico e, mais do que isso, da sua saúde. Já que é assim, veja desde já como rever o seu cardápio depois dos dias de folia.

“Todo mundo merece um tempo para descansar e ficar, literalmente, com as pernas para o ar. Mas, no fim das férias, é hora de entrar nos eixos. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não existe uma solução mágica para recuperar a forma, porém, uma alimentação saudável aliada à atividade física bem orientada pode, sim, fazer milagres!”, ressalta a Nutricionista Rosani Sarmento.

Contudo, a Dra. Rosani alerta para o risco das dietas radicais, uma das opções prediletas das pessoas que querem resultados rápidos e colocam a preocupação com o corpo acima da boa saúde: “Aquelas dietas compostas por redução drástica dos alimentos e que não têm a orientação de um profissional (nutricionista) são extremamente prejudiciais à saúde. O único jeito de emagrecer sem comprometer o seu organismo é optando por uma alimentação colorida, variada e realizada a cada 3 horas”.

Segundo a Nutricionista, o primeiro passo deve ser organizar os horários das refeições: “É primordial adequá-las a sua própria rotina”, diz ela. Outra dica que deve ser levada a sério é quanto ao tempo que você fica sem comer. De acordo com Dra. Rosani, passar muitas horas em jejum só causa estresse e faz mal à saúde: “A alimentação em horários regulares faz com que nosso metabolismo esteja sempre em alta, ou seja, ingerimos calorias, mas as queimamos naturalmente”.

Confira as dicas da Dra. Rosani para você a voltar à forma sem prejudicar a sua saúde:

1 – O café da manhã é, sim, a refeição mais importante do dia. Por isso, é um erro grave sair de casa em jejum. Dê preferência aos cereais, pães, biscoitos integrais… Eles são importantes fontes de vitaminas do complexo B e fibras, que melhoram a absorção dos açúcares de forma geral;

2 – Consuma, em média, de 3 a 5 frutas por dia e de 4 a 6 colheres de sopa de vegetais. Eles fornecem minerais, vitaminas e fibras;

3 – Nos intervalos das refeições, coma pequenas cotas de frutas frescas, secas, sucos de frutas, ou barras de cereal. São lanches rápidos que evitam o período de jejum entre as refeições. Passar muito tempo sem comer implica no aumento da resistência à insulina, fazendo com que o organismo acumule mais gordura na região central do corpo;

4 – Opte sempre pelos laticínios desnatados. Eles fornecem principalmente cálcio e proteínas de alto valor biológico;

5 – Prefira carnes com menor teor de gordura como, por exemplo, aves sem pele. Este grupo de alimentos oferece proteínas, ferro, vitaminas do complexo B e outros minerais fundamentais à saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *