Dê um up na sua pele com uma esfoliação corporal!

Sol, praia, alimentação desequilibrada… Todos esses fatores são grandes inimigos da beleza e da saúde da nossa pele. Por isso, depois de uma temporada de férias, os estragos causados pelo verão podem ser muitos. Porém, existem diversos tratamentos que nos ajudam a reverter esse quadro e uma boa dica é uma esfoliação corporal.

Se uma pele bem tratada pode ser reconhecida à distância, imagine de perto.  Não tenha dúvida que investir um tempinho neste cuidado vale muito à pena e que você (e possivelmente alguém mais…) não vai se arrepender. Uma boa esfoliação corporal deixa a pele mais sedosa e macia, além de mais saudável e preparada para receber tratamentos complementares, ou uma boa hidratação.  Então, mãos à obra! Cuidar-se melhora a autoestima, pois, com uma pele mais bonita e sedosa, certamente você vai se sentir mais poderosa e atraente.

Esfoliar é retirar impurezas e células mortas da superfície da pele com movimentos mecânicos e circulares. No processo usa-se algum tipo de creme ou mistura esfoliante, que em atrito com a pele, funcionam fazendo uma raspagem superficial.  O tratamento proporciona uma pele mais limpa, mais fresca e mais fina, com aspecto mais sedoso e elástico e ajuda a ativar a circulação periférica, além de desintoxicar o organismo, pois estimula a renovação natural das células. Após a esfoliação, é sempre necessário que se faça uma boa hidratação, pois os produtos hidratantes formam uma camada de proteção na epiderme que impede a desidratação e repõe a oleosidade da pele, através de substâncias hidratantes.

Tipos de esfoliação

Há vários tipos de esfoliação corporal. Ela pode ser feita em casa, por você mesma, ou em clínicas de estética, por profissionais especializados. Pode-se usar produtos naturais ou industrializados e, ainda, buchas vegetais.

Aprenda a fazer uma boa esfoliação caseira

O primeiro passo é escolher qual será o produto utilizado (Veja as dicas de produtos abaixo).

Com o produto escolhido, comece a esfoliação pelo pé para ativar a circulação. Com as duas mãos, vá fazendo movimentos circulares, aplicando uma leve pressão.  Vá subindo pelos tornozelos e dê especial atenção aos joelhos, pois esta costuma ser uma área em que a pele, geralmente, é mais grossa. Suba para as coxas e lateral das coxas, e dispense especial atenção às nádegas, pois esta região costuma ser esquecida.

Vá para a barriga e faça os movimentos no sentido do fluxo intestinal, que é da esquerda para a direita. Para a parte das ancas e costas, utilize uma bucha vegetal comprida, de modo que, segurando nas duas pontas, você consiga fazer movimentos de vai e vem.

Vá para os braços e mãos com maior atenção para a região dos cotovelos. Suba para os seios e colo e atenção: nesta região é necessário que você diminua a pressão dos movimentos!

Pronto! Agora que você já está devidamente esfoliada, retire o excesso do produto apenas com água limpa e aplique da mesma forma, ou seja, em movimentos circulares, um bom hidratante.

Os intervalos recomendados entre as esfoliações vão depender do seu tipo de pele.

Para as peles normais, as esfoliações devem ser mensais. Para as peles oleosas, o indicado são intervalos de uma semana a 10 dias.

Dicas de esfoliantes caseiros:

Esfoliante básico. Açúcar com óleo de amêndoas ou óleo de semente de uva.  Aplique esta mistura sobre a pele seca e, após a esfoliação, enxágüe o corpo em água corrente.

Esfoliante de aveia. Aveia, hidratante e mel. Misture os ingredientes e faça uma pasta grossa. Aplique a mistura na pele seca e, após a esfoliação, enxágüe o corpo em água corrente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *